quinta-feira, 18 de junho de 2009

ALICIANDO


















Num contorno qualquer
No país das maravilhas
Os ruídos serenos vazaram em azul
Enquanto meus nervos vermelhos
Vagavam, vibrantes, pelas veias tortas

Nas brasas de cigarros vagabundos
Queimei o jardim de naipe copas
E na ferrugem da lata de leite
Vingou a flor roxa do desejo

Sem guilhotina e nada no avesso
Fios vermelhos de sentimentos
Queimaram totalmente o silêncio
E a água da chuva no espelho
Era o reverso do medo...


Patrícia Gomes Barbosa.

2 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

MARAVILHOSO!!!...

Patrícia Gomes disse...

Marcelo, fico muito feliz que tenha gostado a esse ponto de postá-lo aqui.
Muito obrigada pela delicadeza do aviso em meu orkut.
Um abraços..
E se gostou, visite meus blogs tb: http://almadomeusonho.blogspot.com e
http://sensualizarte.blogspot.com

Patrícia