sábado, 28 de novembro de 2009

QUEDA (LIVRE)























Subiu a escada
Desceu a escada

Como sempre, tudo muito normal

Subiu a escada
Desceu a escada

Como sempre, tudo muito comum

Subiu a escada
Desceu a escada

Como sempre, tudo muito trivial

Subiu a escada
Caiu da escada

E nunca mais subiu a lugar nenhum

Eder Ferreira

2 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

Filosófico!...

diego-moraes.blogspot.com disse...

Esse deve ser lido nos dias mais bêbados...( Risos)