sábado, 5 de abril de 2008

(RE)T(RA)TO
















Ontém fiz aniversário.

Ansioso convidei a mim mesmo.
Pensei que não aceitaria, mas aceitei. Pensei que não viria, mas vim. Á porta, me vi trajado a rigor, me visto bem, exercito Armanis. Me cumprimentei, teci alguns comentários sobre Rimbaud, o 3- reich e, pasmem, fiquei-me...
como me gosto!
Só eu e eu na festa de mim.
Impetuoso, tomei-me logo pelos braços e me levei ao quarto, na vitrola Duran Duran, mas gostamos mesmo é de Accept, eu e eu. No quarto, entreguei-me por completo a mim, beijando onde podia e cabia e delineando a entrega do que me tinha, me possui com completude e vigor.
Me despedi quando já amanhecia e prometi me ligar assim que pudesse. Fui.

Hoje estou sábado
e me espero ansiosamente.


Muryel. Ilustração: Metamorfose de Narciso - Salvador Dali.

3 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

Muito bom!

Ana Kaya disse...

Nossa que bacana este texto, muito diferente a idéia.
Adorei.

Poeta Vagabundo disse...

mto foda! um dos melhores!