segunda-feira, 10 de março de 2008

COM FIANÇA DE FÉ






















É preciso acreditar nas ciganas,
no jogo dos búzios,
na borra do café,
no pai de santo,
nos rituais do candomblé.

Contenta também umbanda,
ou se preferir, no padre,
no bispo, no pastor,
nas imagens,
na puta que pariu!
um menino desnutrido...

É extremamente necessário acreditar
no desconhecido sorriso
que deseja bom dia,
na esmola que veio demais
e também na desconfiança
que a caridade nos traz.

Acredite nos brancos
e nos pretos,
amarelos e vermelhos
e nos seus corações
que podem ser bons
e também o contrário.

Acredite na intuição,
no poder da oração
e da palavra.

Acredite no tudo,
na dor do luto!
Assim evita-se
a crença no nada.

Seja o seu maior entusiasta
e creia no que achar que deve
exceto na descrença.

Não devemos esquecer,
pois seria desavença:
a puta pariu um menino desnutrido
que também precisar crer.


Bárbara Leite.

3 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

SUBLIME!!! (Eu acredito no seu talento!!!)

Ana Kaya disse...

MARAVILHOSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
DIGNO DE APLAUSOS DE PÉ.
CLAP CLAP CLAP CLAP

CARAMBA, PARABÉNS MENINA.
LINDO DE MORRER.

... disse...

Marcelo: Muito obrigada por acreditar em mim, rs.

Ana: Obrigada pela leitura! Fico feliz que tenha gostado!

Beijos, lindo dia!