sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

WORK IN PROGRESS























um cai mundo dentro de mim
buraco luminoso cai mundo
e tudo dentro de mim.
rastro de vácuo atrás dos passos
largos com que ando lado para outro
do quarto mundo dentro de mim
dentro dele, clausura.
caixacofres dentro entro cofrecaixas
como a boca que tenho na boca
e ainda assim as grades brancas
são os calcários dentes de Deus.
cai mundo: umbigodeus.
e na minha barriga o céu abrigado
(cosmicoito interrompido);
cai mundo e eu no quarto
de olhos serrados.



Daniela Moraes. Ilustração: Mae West - Salvador Dali.

2 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

Deniela, você é uma "Descartes" da alma.

Duda disse...

Que loucura! Adorei!