quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Compondo-me


Rafael Pereira, estudante do CEFET/RJ e desenhista nas horas vagas, adaptou para os quadrinhos o poema de Me Morte "Compondo-me", que anteriormente se chamava "Eu me Amo" e ganhou novo título especialmente para o estilo (clique no desenho para abrir).

Compondo-me (Eu me Amo)


Hoje acordei assim
Libidinosamente minha
Recitei-me, poetei-me
Fiz melhor,
Me compus.
Hoje me olhei no espelho
E me apaixonei.

Pena que as paixões são breves...


Me Morte

2 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

Você é cultura marginal na veia, heim!...

Me Morte disse...

Valeu Marcio.