quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Apodrecido

Será preciso morrer
para contar os vermes?
Um a um, todos ali,
impermeabilizando
os cacos do corte
e o único som
é do pulsar do tétano;
e a única dor
já se foi...

Um comentário:

marcelo disse...

Acho que ninguém é mais gótica do que você!