sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

SOLIDOMÍNOMO & SOLIDOMÔNIMO























levei-me o sono antes que o sol quedasse à escuridão da lua edredom.
levei-me o pensamento antes do arquitetar cinemascópico da mente...

ora solidomínomo & solidomônimo,

eis que me jurei honesto por dentro das veias
e os botões da camisa fugiram-me às casas!

eis que me jurei santo ante o cheiro da carne
e os mortos dançaram madeira e terra!

eis que me jurei a verdade em alto brado
e pus fim aos sabiás que enfeitavam o vento do dia!


Anderson H. Ilustração: água forte de Hans Baldung Grien.

2 comentários:

MARCELO FARIAS disse...

Este veio das profundezas da alma.

Trish River disse...

Lembra muito Augusto dos Anjos e Castro Alves.

Adorei!

=]